terça-feira, 15 de junho de 2010

Ela Eu





Fica a olhar
na espreita
adormece sem resistir
Fixa o lugar

Exige companhia
Noite ou dia
ama amar


Atenta
inflama
A chama custa apagar
Se tem a impressão viva
luz, fluxo solar

Sentido que induz a aproximar
Sossega os ventos,
a boca, o silêncio
coração, perspicácia de menina

Sempre que amor quer dormir
Ela nao cochila.


Nenhum comentário: