segunda-feira, 25 de outubro de 2010

para o vento


cinzas afundam na água
só aceito virar cinza se me soprarem ao vento
Para que eu me divida em mil pedaços e reapareça em outros lugares, como mágica.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Explodir...

Gustav Klimt






equívoco do coração
chama para acender
grita para incendiar
perito em combustão

Espontâneo, é livre
chama para ascender
grita para fortalecer
perito em voar, exatidão


sem peias, sem freio
asas parar alçar
Da espera sem receio
o céu é limiar

e só entrada
íntimo dos acontecimentos
Vanguarda
é o amor acontecendo...

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Conversa com uma princesa negra no C-10


Ela tava com uma marimba na mão, comendo a linha e eu sentei ao seu lado. Conversamos um pouco sobre os pinguins que voam nos prédios da Av. Rio Branco e ela emendou:
- Posso te contar uma história?
- Qual?
- De uma menina que saiu de ônibus, achou a linha na rua e nínguem gosta dela.
- Por quê ?
- Porque ela só faz besteira e bagunça.
- Me parece que essa menina tem jeitinho de princesa e é linda., né?!
- Não sei...

terça-feira, 15 de junho de 2010

Ela Eu





Fica a olhar
na espreita
adormece sem resistir
Fixa o lugar

Exige companhia
Noite ou dia
ama amar


Atenta
inflama
A chama custa apagar
Se tem a impressão viva
luz, fluxo solar

Sentido que induz a aproximar
Sossega os ventos,
a boca, o silêncio
coração, perspicácia de menina

Sempre que amor quer dormir
Ela nao cochila.


terça-feira, 9 de março de 2010

Adelia Prado

"Vai ser coxo na vida é maldição para homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou."

quarta-feira, 3 de março de 2010

Diário de Bordo II

[Penúltimo registro que eu fiz na Holanda]


Cá estamos, bem no meio da nossa viagem. Muitos dias de trabalho, uns outros tantos de diversão.
Aqui tem também a vontade de voltar para a "real life" e a ânsia de a cada espetáculo mostrar nosso "Wooorld", mostrar o que nínguem esperava (de verdade), mostrar a surpresa, o moinho (a favela também é um moinho).
A verdade é que essa gente rosa tem que aprender a sentir.
Eles ouvem Subúrbio de Chico, O Cabaret, O Divino e Maravilhoso, os nossos medos e nossas delícias, Marylin Monroe e nossos sonhos.
A viagem de um bucado de gente termina daqui a pouco, mas a nossa é longa e concreta demais para terminar com um avião( até porque nossa maior viagem é a aventura de fazer arte no nosso país).
Nossa viagem-sonho-mundo para o ALÇAR das FAVELAS (but not any Favela) está só começando. Vem vindo com o teatro, vindo com o estudo, vindo com a liberdade.

segunda-feira, 1 de março de 2010

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Diario de Bordo I


Tilburg Sul da Holanda
Segundo dia na Holanda o frio e de doer os olhos, mas o que mata mesmo e a saudade dos amores e afetos no Brasil.
Estreiamos dia 22 em Heereveen.
Torcam por nos. MERDA

A FAVELA VINDO!