sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Vila Cruzeiro!!




Estamos lado a lado deles, sem querer estar, temos a poesia, temos o nosso rumo e vamos plantar.
Vamos costurar a colcha da vida com fios de reflexão, a fim de minimizarmos defeitos e dores.
É assim que vamos vencer, trabalhando incessantemente pra deixar nossos frutos.

domingo, 25 de novembro de 2007


"Eu acredito é na rapaziada
Que segue em frente e segura o rojão.
Eu ponho fé é na fé da moçada
Que não foge da fera e enfrenta o leão.
Eu vou à luta é com essa juventude
Que não corre da raia a troco de nada.
Eu vou no bloco dessa mocidade
Que não tá na saudade e constrói
A manhã desejada.
Aquele que sabe que é negro
O coro da gente,
Que segura a batida da vida
O ano inteiro.
Aquele que sabe o sufoco de um jogo tão duro
E apesar dos pesares
Ainda se orgulha
De ser brasileiro.
Aquele que sai da batalha,
Entra no botequim,
Pede uma 'cerva' gelada
E agita na mesa, logo,
Uma batucada.
Aquele que manda o pagode
E sacode a poeira suada da luta
E faz a brincadeira,
Pois o resto é besteira
E nós estamos por aí..."
"Vamos a Luta"

quinta-feira, 15 de novembro de 2007






penas de revoar anoitecer e trazer o sol
olhos de iscar palavras fisgadas, sem anzol
pureza de antes do fim, no começo da Era
coisa que escapa da roda para os confins da terra!
ela é feita de um véu, que sem vento,
esvoaçado raio de lua oferecido que pela porta ultrapassa
de uma carne que brilha diamante na névoa
(talvez seja de alguma parte ignorada de Évora)
de uma outra alma que bailando, se estilhaça
quando do amor a dor não passa, não passa!
mas só vê quem tem a sorte
quem cultiva a vida, não a morte
quem abre a palma e descortina
um beijo universal na boca da menina...

betina moraes


(É uma das que eu mais gosto de Betina)

terça-feira, 13 de novembro de 2007


Eu te amo, vou precisar gritar??
eu te amo pra nunca mais deixar escapar e sumir
não!!!
porque te amo e vivo sempre em ti.
E se eu quiser gritar
Você ensurdecer
O sol cair no mar
e de frio morrer em pleno verão
Tá tão estranho aqui
Pareço desfocar o que você sorri
Por pura intuição
Se a água não correr
A lua despencar
O horizonte inteiro verticalizar
Inverter a rotação
Me traga a sua mão
Varinha de condão
Reze uma oração
Pai, filho e espírito são
Somos o meio entre o principio e fim
Fomos freio entre o bom e o ruim
Me dê o chão pra pisar
Um coração para amar
Me trate bem
Sou um anjo caído do além
Me trate bem
Todo anjo tem medo também!!

quinta-feira, 8 de novembro de 2007


Explicar sentimentos é foda, mas eu devo arriscar. Eu pensava ser teatro o enigma indecifravel, uma porcaria e eu nao servia pra isso.Quantas vezes eu pensei em desistir, deixar morrer.
NAO!!! eu nao podia deixar que uma coisa que pra uns era tão facil como pular em cama elastica me fizesse perder o juizo..Ah, nao. Eu fui a luta.
Mauricio eh prova; que no começo do ano eu nem gostava mto de teatro, fazia por fazer e agora, pergunte-me se consigo viver?? é obvio que nao! è minha paixão, onde eu concentro meu amor, minha alegria, tristeza...eu vou lá e tento o melhor, é certo que a timidez atrapalha sempre; o processo é lento, mas eu to lutando pra que mais essa barreira seja derrubada como num sopro.
Eu to feliz e nem sei porque, eu to mais espontanea, querendo mostrar minha voz pra todo o universo, me aceitando, sentindo e vivendo sem medos!
E devo a Joinha que com suas broncas quase me fizeram desistir, mas eu cresci
devo a Mayra por ser a irmã perfeita que me dá coragem e força pra vencer
devo ao Mauricio por me fazer soltar a voz, cantar sem receio, acreditar em mim, ser irmão, amigo, marido, e fiel, sempre!
Thiago pelos esporros, Diogo e eliel!

Sobretudo, Joice, Guilherme, Paty, Dadado e Betina pelas palavras e por serem poesias vivas.
Pela dedicação, mesmo que longe...porra
eu amo muito toda essa gente...amo mesmo, pra sempre..eh impossivel esquecer

Nega joinha, eu to jogando a timidez no lixo aos poucos, viu
e dedico a vc, pq vc merece tudo de melhor e qnd vc diz que eu tenho uma puta timidez
e dpois diz:"sou aquela professora que incentiva"...eh a mais pura verdade
pq só assim eu pego no tranco, só assim eu vou cantar, só assim eu sou fzr o que eu amo.
O que eu mais amo de fzr...eh amar todos vcs!

Obrigada!!!

domingo, 4 de novembro de 2007

Manachica


Manachica se eu soubesse

que tu eras tão dançeira

eu vou manachica eu vou

eu vou manachica eu vou


Beijo de friozinho gostoso pra Maricotinha brejeira, chiquinha sapeca e Lolinha a poeta levada!!
Amo d+